terça-feira, 28 de setembro de 2010

Cervejaria Becker / Sassen - Guilherme Becker/ Bernhard Oswald Sassen


Outra cervejaria precursora da Cervejaria Continental foi a cervejaria de Guilherme Becker, alemão que emigrou para o Brasil em 1869.

Na Alemanha onde nasceu ele havia trabalhado como polidor de ágata e pedras semi-preciosas, nos primeiros tempos no Brasil, trabalhou no calçamento da rua Cristóvão Colombo, em Porto Alegre.

Ainda solteiro, Guilherme transferiu-se para a Linha Nova para trabalhar na fábrica de cerveja de Georg Heinrich Ritter, com quem aprendeu o ofício de cervejeiro.

Em 9 de fevereiro de 1878 casou-se com Elisabeth Ritter e recebeu o incentivo do tio e padrasto de sua esposa, tido como sogro, para construir a residência da família e instalar a fábrica de cerveja em um terreno localizado no bairro Floresta, em Porto Alegre.

Guilherme Becker conseguiu instalar sua cervejaria, em Porto Alegre, no início do ano de 1879.

Do casamento, com 11 anos de duração, de Guilherme e Elisabeth nasceram quatro filhos:

Helma, que perdeu a vida com 7 anos de idade, Lydia, Guilherme e Olga. Esta última, mais tarde, casaria com o primo em segundo grau Frederico Augusto, filho de Henrique Ritter, com o qual convivera desde a infância.

Em 1881, sua cerveja recebeu medalha de ouro na Exposição Brasileira-Alemã, em Berlim, distinção que não foi concedida a nenhuma outra marca de cerveja.



As atividades insalubres a que se dedicou durante a juventude causaram-lhe uma moléstia nos pulmões, denominada silicose, produzida pela inalação de pó de pedra ou de areia. Apesar de ter procurado cura na Alemanha, veio a falecer aos 39 anos, no dia 4 de junho de 1889, em Porto Alegre.

Quando de sua morte o capital da cervejaria era de 600:000$000 (seiscentos contos de réis) e as vendas anuais dos seus produtos sobem a mais de 300:000$000 (trezentos contos de réis). A cervejaria, que se acha superiormente instalada, pode fabricar até 3.000 hectolitros de diversas qualidades, como sejam Becker, Colombiana e Becker Bock, todas elas engarrafadas no estabelecimento. O maquinismo, acionado por um motor de 150 hp, representa o que há de moderno e aperfeiçoado. Para o transporte das mercadorias, dispõe a fábrica de 5 carros e vagões e 30 cavalos e mulas. Nos seus diversos serviços, trabalham 30 pessoas. Os seus produtos são vendidos pelo interior do estado.

Henrique Ritter decidiu administrar e trabalhar nessa empresa no período da enfermidade de Guilherme e, posteriormente, durante a viuvez da prima Elisabeth Ritter Becker. Desse modo, administrou os negócios da prima-irmã e somente se afastou quando sua prima-irmã, Elisabeth Ritter Becker decidiu casar-se novamente algum tempo depois, aos 33 anos. A união com Bernhard Oswald Sassen ocorreu no dia 7 de outubro de 1890. O noivo, com 38 anos, era um alemão que havia emigrado para o Brasil em 1870 e fora amigo do falecido marido de sua nova esposa.

Bernardo Sassen, nasceu em 1852, na Alemanha, onde fez os seus estudos e adquiriu prática comercial. Veio para Porto Alegre em 1869 e aqui iniciou negócios por conta própria. Assim, passou a administrar a cervejaria Becker.

Henrique, por sua vez, com toda a sua experiência tomou a decisão de continuar no ofício de cervejeiro e realizou o projeto de criação de sua própria cervejaria.

No dia 9 de fevereiro de 1909 o jornal Correio do Povo noticiava na seção "Diversas":

"...Cervejaria Becker - Chegou a esta capital, com procedencia de Munich na Allemanha, o engenheiro Fritz Mack, que vem armar as novas machinas da Cervejaria Becker, do sr. Guilherme Sassen, á rua Christovão Colombo..."


No dia 26 de setembro de 1919, o jornal A Federação publica o requerimento junto à Junta Comercial de Porto Alegre do arquivamento do contrato social realizado entre Bernardo Sassen, Bernardo Sassen Júnior e Guilherme Becker (filho) com o capital de 1,750:000$000.

Na década de 1920, a cervejaria de Bernardo Sassen e Filhos (sucessores de Guilherme Becker e Bernardo Sassen) passou a fazer parte do Consórcio Continental, formado em julho de 1924 quando as firmas Bopp Irmãos (sucessores de Carlos Bopp), Henrique Ritter e Filhos (sucessores de Henrique Ritter) fundiram-se sob a razão social Bopp, Sassen e Ritter e Cia. Ltda. Surgiu assim um novo estabelecimento comercial, denominado Cervejaria Continental, que se instalou na rua Cristóvão Colombo, 625.

Nenhum comentário: