sábado, 25 de setembro de 2010

Cerveja e Gazosa Natale Fabbri / Fábrica de Cerveja e Gazoza Carolina Fabbri / Irmãos Fabbri / Destilaria Nacional de Antonio Fabbri / Distilaria Nacional Fabbri S. A.


Em 1896 chega ao Brasil, vindo para Jardinópolis no Estado de São Paulo, proveniente de Garofalo, Ravego, na Itália, o integrante do grande fluxo imigratório Italiano, Natale (Natal) Fabbri acompanhado de sua esposa Dona Carolina Vanzelli Fabbri e de Antônio, seu primeiro filho com quatro anos de idade (nascido em 02 de novembro de 1892).



Posteriormente, após residirem em Jardinópolis por seis meses, com a intenção de trabalhar na colheita do café dirigem-se mais para o interior do estado de São Paulo, viajando de trem até a estação de Visconde de Parnaíba, de onde foram de carro-de-boi para a Fazenda Estrela de Lourdes, no município de Batatais e que hoje é parte do município de Brodowski.

O casal Fabbri, não se adaptou à colheita. Possuindo conhecimentos técnicos que estavam além do necessário para o manejo da enxada e não pretendendo vergar-se diante da rude ferramenta, Natal Fabbri propôs ao Fazendeiro Vergílio Nogueira um desafio: A produção de cerveja na própria fazenda. O desafio é aceito e, em pouco tempo, a Fazenda Estrela de Lourdes passa a ser conhecida como "cervejaria" em toda a redondeza.

Devido ao grande desenvolvimento da pequena povoação que se formava que nas imediações da “Estação de Engenheiro Brodowsky” da Estrada de Ferro Mogyana, inaugurada em 1894, nas terras do Coronel Lúcio Enéas de Melo Fagundes e do Capitão Américo José Ferreira, no Município de Batatais. Em 1898, Natal Fabbri transfere a fábrica que funcionava precariamente nas terras da fazenda Estrela de Lourdes para essa pequena povoação, na antiga Praça Humaitá, nº 72 (atual Praça Cândido Portinari) e oficialmente registra sua fábrica com a razão social a “Cerveja e Gazosa Natale Fabbri”.


Em 1911 Natal Fabbri vem a falecer, sua esposa Dona Carolina assume a direção da fábrica.


Depois de algum tempo a razão social passa a se chamar “Fábrica de cerveja, Licores e Gazoza - Carolina Fabbri & filhos” e logo após "Fábrica de Cerveja, Gazoza, Licores e Xaropes - Carolina Fabbri & Filhos.


Em 1925, Dona Carolina se retira da sociedade, a fábrica é transferida para seus Filhos: Antônio, Fausto, José e César Fabbri e a razão social é alterada para o nome “Irmãos Fabbri”.



Nesta época, toda a produção era manual, absorvendo o trabalho de aproximadamente 50 empregados. Com o crescimento do consumo, deram início a comercialização de bebidas em corotes vindos de uma fábrica de São José do Rio Pardo, que foi mais tarde transferida para Brodowski para atender as necessidades da Fábrica de bebidas. Devido a grande venda que tinha dos produtos Fabbri, foi montada um Serraria e uma fábrica de corotes dentro da própria fábrica de bebidas.

Em 1934 desfaz-se a sociedade dos irmãos Fabbri e Antônio continua o trabalho iniciado pelo velho Natal.





No inicio, era sócio da fábrica, o seu irmão José Fabbri, sendo o símbolo da mesma uma águia e posteriormente, com a dissolução da sociedade, Antônio ficou responsável pela mesma e passou a utilizar como símbolo a cabeça de Bugre, uma das mais tradicionais e conhecidas da cidade. Muda a empresa da antiga Praça Humaitá, nº 72 (atual Praça Cândido Portinari) para a Praça da Matriz, nº 147 (atual Praça dos Expedicionários) onde instala sua indústria com a Razão Social de “Destilaria Nacional de Antônio Fabbri”, que permanece até 1966.

Durante esse período Antônio fabricava Bebidas Alcoólicas por mistura, Vinagre, Conhaque, Vinho Composto, Groselha e Licores.




Em 1966, seus filhos Roberto e Amando Fabbri. Assumem a direção da indústria, mais uma vez seu nome é alterado, passando a se chamar “Distilaria Nacional Fabbri & cia. ltda.”, nome preservado até os dias atuais, funcionando até hoje, na Praça dos Expedicionários, nº 147.




Em 10 de novembro de 1982, Antônio Fabbri faleceu, logo após completar 90 anos de idade.


Atualmente sob o comando de Amando Fabbri e seus Filhos Humberto e Sheila Fabbri, produzem refrigerantes, bebidas, xaropes e uma bebida Láctea sabor groselha, voltada para o público infanto-juvenil.


Um comentário:

Anônimo disse...

o refri deles é muittoooo booom cara